Orquídeas Coelogyne – Aprenda Como Cultivá-las Em 6 Passos

O gênero das orquídeas coelogyne não é muito conhecido aqui no Brasil. Mas mesmo assim elas são orquídeas incríveis e que merecem um grande destaque. Uma curiosidade sobre esse gênero é o significado de seu nome, que pode ter um duplo sentido. koilos (oco) gyne (feminino) Mas na verdade, ele é baseado na parte oca da coluna dessa planta. Dentre as espécies desse gênero podemos destacar algumas: Asperata Barbata Corymbosa Cristata Fuerstenbergiana CONTINUAR LENDO

Orquídeas Rupícolas, Humícolas e Saprófitas – Classificação Das Orquídeas Segundo o Habitat

As orquídeas podem ser classificadas de várias maneiras. Ao se usar como base as suas características físicas em comum elas são classificadas em gêneros. Ao se usar a maneira como crescem para se classificar, temos as orquídeas com crescimento monopodial e aquelas com crescimento simpodial. E quando se classifica as orquídeas com base em onde elas nascem, chegamos as seguintes classificações. Epífitas Terrestres Rupícolas Humícolas Saprófitas Como aqui CONTINUAR LENDO

Orquídeas Catasetum – Como Plantar e Cultivá-las [8 Passos]

O gênero das orquídeas catasetum contém cerca de 176 espécies. Sendo a sua maioria espécies de orquídeas epífitas, algumas sendo terrestres ou rupícolas. São encontradas principalmente no continente Americano, desde o México, passando pela América Central até o norte da Argentina. Destacando-se a Floresta Amazônica, pela sua grande quantidade de espécies. No Brasil inteiro, estima-se que existam 100 espécies. Uma característica muito curiosa é que esse gênero tem CONTINUAR LENDO

Orquídeas Bulbophyllum – 4 Segredos Simples Para Cultivá-las

As orquídeas bulbophyllum formam o maior gênero da família das orquídeas, atualmente composto por mais de 2000 espécies. Como existem mais de 2000 espécies, o gênero das orquídeas bulbophyllum teve de ser dividido, tendo hoje vários subgêneros. Só no Brasil estima-se que tenha 60 espécies. Além disso, esse gênero é considerado o segundo maior gênero de plantas com flor do mundo, perdendo apenas para o Astragalus. Elas foram aceitas no ano de 1822 que foi quando Louis-Marie CONTINUAR LENDO

Orquídeas Brassavola – Como Cuidar e Ter Florações Lindas

As orquídeas brassavola formam um gênero de orquídeas composto por 23 espécies. Esse gênero foi descoberto no ano de 1813 por Robert Brown. O nome Brassavola é em homenagem ao professor de medicina italiano Antonio Musa Brassavola. A grande maioria das espécies são epífitas, ou seja, vivem em cima de árvores, mas também existem algumas rupícolas. Elas são encontradas: América Central (Principalmente no Caribe) América Do Sul (principalmente no Brasil) E em alguns CONTINUAR LENDO

Orquídeas Epífitas – O Que São, Principais Espécies e Suas Características

Atualmente as orquídeas epífitas representam a grande maioria das espécies de orquídeas cultivadas. Em alguns casos, elas são conhecidas também como orquídeas aéreas, devido as suas raízes que ficam suspensas. Mas antes de nos aprofundarmos nos detalhes sobre esse tipo de orquídea, vamos conhecer um pouco mais sobre o que são epífitas. Segundo a wikipédia: O termo “epífito” foi cunhado em 1815 por C.F. Mirbel e vem da junção dos dos termos gregos epí (sobre) e phyto CONTINUAR LENDO
Manchas Nas Folhas Das Orquídeas

Manchas Nas Folhas Das Orquídeas – Significados e Tratamentos

Você sabe o que as manchas nas folhas das orquídeas podem significar? Você sabia que elas podem ser algo prejudicial para sua planta? Muitas vezes essas manchas podem mostrar que a orquídea está precisando de algo, em outros casos, indicam que ela está recebendo alguma coisa em excesso. Ou também podem ser sinais de que sua planta está com pragas ou doenças. Essas manchas são como sinais que as orquídeas nos oferecem para que o cultivo delas seja mais fácil. E saber o que CONTINUAR LENDO