Orquídeas Zygopetalum – O Guia Completo Para Cultivá-las

As orquídeas zygopetalum são um gênero da família orchidaceae.

Elas foram descobertas no ano de 1827 pelo botânico William Jackson Hooker, onde foi coletada e enviada para a Europa.

Essa é uma espécie de orquídeas que podem ser tanto epífitas, rupícolas ou terrestres.

Sendo que são todas nativas da América do Sul, principalmente do Brasil e do nordeste da Argentina, mas também estão presentes em outros países como:

  • Bolívia
  • Peru
  • Paraguay

Se você quer aprender quais são as principais características dessa espécie e como cultivá-la, continue lendo.

Características

Orquídeas-zygopetalum

Atualmente são reconhecidas 14 espécies do gênero zygopetalum, mas também existem vários híbridos.

Os zygopetalum são muito conhecidos devido a sua grande fertilidade, por isso são muito utilizados na produção de híbridos com as mais variadas espécies.

Outra característica dessas plantas é que possuem um tempo de descanso muito curto, e ao contrário das outras orquídeas, esse período não acontece após a floração.

Dessa maneira muitas pessoas acreditam que ela sempre está em fase de crescimento.

Por isso não fique surpreso se durante a floração de sua orquídea, também apareçam novas folhas e pseudobulbos.

Quanto a sua altura, as zygopetaluns podem chegar até 60cm, ou seja, elas não são orquídeas muito grandes, então não será necessário um grande espaço em sua casa para cultivá-las.

Flores

Zygopetalum-maxillare

Essa é uma das maiores atrações dessa orquídea, suas flores são muito belas, causando um grande interesse nos cultivadores.

Geralmente elas produzem várias flores, estas que duram se bem cultivadas cerca de 50 a 60 dias.

Quanto as cores, elas também podem variar muito, normalmente as espécies possuem flores arroxeadas, mas também podemos encontrar flores das seguintes cores:

  • Vermelho
  • Verde
  • Amarelo

Agora vamos ver o que você deve fazer para que sua orquídea chegue a ter uma ótima floração, vamos aprender como cultivá-las.

Orquídeas zygopetalum como cultivar

Zygopetalum-crinitum-1

As zygopetalum são orquídeas que não podem ser consideradas de fácil cultivo.

Na verdade muitos orquidófilos as consideram como sendo entre médio e dífícil o cultivo dessa planta.

Isso acontece devido a sua alta exigência quanto ao requisito de umidade.

Então se você ainda está iniciando no cultivo de orquídeas, talvez seja melhor aprender a cultivar outra espécie primeiro, veja abaixo algumas sugestões:

Mas caso você realmente queira aprender a cultivá-las, continue lendo:

Temperatura

TEMPERATURA-1

Vamos começar falando sobre o principal fator para se ter uma boa floração, a temperatura.

O ideal para as zygopetalums é que você não tenha temperaturas menores de 10ºC e nem maiores do que 30ºC.

Busque durante o dia fornecer a sua orquídea uma temperatura de 21 a 27ºC e durante a noite, cerca de 14ºC seria o ideal.

Iluminação

ILUMINAÇÃO

Normalmente em seu habitat natural, essas orquídeas recebem um sombreamento médio de 60 a 70%.

Mas para que você tenha uma ideia melhor de como sua orquídea reage a quantidade de luz que ela está recebendo, veja suas folhas.

Basicamente as orquídeas nos dão sinais em suas folhas mostrando se ela está recebendo ou não a iluminação ideal.

Caso sua zygopetalum esteja recebendo uma boa iluminação, suas folhas estarão com um tom de verde ideal.

Agora, se ela está recebendo luz em excesso, suas folhas podem estar queimadas ou amareladas e se estiver faltando luz, elas estarão com um tom de verde mais escuro.

Umidade

Quanto a umidade, ela deve estar entre 40 e 60%.

Mas o recomendo é que você aprenda a observar as pontas das raízes de suas orquídeas, pois desse modo vai conseguir descobrir qual é a umidade correta.

Para fazer isso, acesse esse artigo.

Rega

A orquídea zygopetalum é uma planta que gosta de uma rega moderada, normalmente um pouco mais de água do que as cattleyas.

Durante a rega, você deve tomar cuidado para que não haja o acúmulo de água nas folhas de sua orquídea.

REGA

Se possível molhe apenas o substrato e as raízes.

Dessa maneira você vai garantir um melhor aproveitamento da rega por parte de sua orquídea.

Isso porque as raízes são responsáveis pela maior parte da captação de recursos das orquídeas e com a zygopetalum isso não é diferente.

Durante a fase de dormência que ocorre um pouco antes da floração, você deve ir aos poucos diminuindo a quantidade de água que fornece para sua orquídea.

Para garantir que a rega está correta, olhe o substrato.

Coloque seu dedo no meio do substrato, caso ele esteja úmido, espere mais um dia e verifique de novo, mas caso ele esteja seco, está na hora de regar.

OBS: não deixe que acumule água no fundo do vaso, isso pode matar a sua orquídea.

Replantio

REPLANTIO

O replantio no caso das zygopetalums deve ocorrer após o período de floração.

Nessa época é provável que sua orquídea esteja emitindo brotos e provavelmente mudas, possibilitando a multiplicação.

Em média o replantio é feito a cada 2 anos devido ao substrato estar velho.

Para replantar sua orquídea, siga os passos abaixo:

  1. Retirar a orquídea do vaso
  2. Limpá-la, tirando todo o substrato
  3. Cortar as raízes mortas
  4. Colocá-la no vaso novo, com os novos substratos

E caso você realize a divisão dessa orquídea em mudas, garanta que cada muda possua 3 pseudobulbos.

Substrato

O substrato é muito importante para a maioria das orquídeas, são poucas as espécies que não precisam dele.

Ele muitas vezes é utilizado para motivos específicos como, por exemplo, fixar a orquídea no vaso e garantir uma boa drenagem.

Para a orquídea zygopetalum, o substrato deve garantir um bom arejamento das raízes. Por isso, os substratos que recomendo são:

  • Casca de pinheiro média (2 a 3 cm)
  • Fibra de coco
  • Carvão vegetal
  • Musgo
  • Pedra brita

Conclusão

Zygopetalum-microphytum

As orquídeas zygopetalum realmente são plantas incríveis, que se cultivadas da maneira correta vão te presentear com flores lindas.

Então agora é com você, siga as dicas que foram passadas nesse artigo, e após isso comente logo abaixo falando quais resultados você teve.

E como você leu até o final, eu tenho uma última dica.

E essa ultima dica é um presente, o nosso guia gratuito Os 7 Maiores Segredos Do Cultivo de Orquídeas.

Clique no botão baixar agora e aprenda tudo sobre como cultivar as suas orquídeas.

O-guia-das-orquídeas

 



Artigos Relacionados: