Orquídeas Renanthera – Um Dos Gêneros Mais Belos Entre As Orquídeas

Você conhece as orquídeas renanthera? Sabe como elas são e como cultivá-las? Continue lendo esse artigo para descobrir tudo isso.

Renanthera é um nome dado a um gênero de orquídeas que foi descrito em 1790 por um missionário e também botânico chamado João Loureiro.

Naquela época, a espécie descoberta foi a renanthera coccinea.

Hoje esse gênero já possui 22 espécies que são encontradas em vários países do mundo.

Características

Orquídeas-Renanthera

As orquídeas renanthera são encontradas principalmente no sudeste asiático, nos países:

  • China;
  • Himalaia;
  • Nova Guiné;
  • Entre outros países.

A maioria das espécies desse gênero são epífitas, mas também existem algumas que são litófitas e em sua grande maioria elas possuem um crescimento monopodial, ou seja para os lados.

Essas orquídeas assim como as phalaenopsis não possuem pseudobulbo que é o órgão responsável pela armazenagem de água e nutrientes.

As orquídeas renanthera são consideradas como parentes próximos das orquídeas vanda.

E assim como as vandas, elas possuem espécies muito grandes, sendo que em alguns casos podem passar de 2 metros.

Híbridos

Existem alguns híbridos bem famosos entre a renanthera e outras espécies, dentre esses híbridos, se destacam:

Renanthopsis: cruzamento entre as renanthera e as phalaenopsis.

Renantanda: cruzamento entre as renanthera e as vandas.

Flores

Normalmente as flores desse gênero possuem uma cor mais vibrante, podendo variar entre tons de vermelho e amarelo, e em alguns casos flores roxas.

Também existem exceções, por exemplo, a espécie Renanthera citrina possui flores verdes.

Em alguns casos, você consegue uma floração expetacular com mais de 100 flores.

Como cultivar

Renanthera-imschootiana

O cultivo dessa orquídea em vários fatores se assemelha ao cultivo das vandas.

Por exemplo, o melhor local para cultivá-las é em uma cesta pendurada, isso porque elas possuem raízes muito longas e que vão crescer melhor se ficarem em cestas livres para elas.

E como as vandas, elas não precisam de substrato.

OBS: Essa é uma espécie que precisa de um tutor para se fixar, especialmente se ela for plantada em árvores.

Veja abaixo os principais fatores para que você consiga cultivar essa orquídea.

Temperatura

Segundo o site da AOS, um dos maiores sites sobre o cultivo de orquídeas do mundo, a temperatura ideal para essas orquídeas deve ser maior do que 15ºC.

Em algumas espécies isso pode mudar, mas para a grande maioria, devemos seguir essa regra.

Luz

O-guia-das-orquídeas

Quanto a iluminação, ela deve ser moderada.

A única exceção é a Renanthera coccinea que prefere uma iluminação muito maior para poder florir (deixe-a no sol direto).

Se sua planta não estiver florindo, preste atenção, pois pode ser culpa de uma iluminação errada.

Então para garantir que você mão vai cometer esse erro, veja as folhas de sua orquídea:

  • Mais escura que o normal, precisa de sol
  • Queimada ou mais amarela que o normal, está com excesso de sol.

Rega

A rega é um dos fatores mais importantes para o cultivo de orquídeas.

Para realizá-la em suas orquídeas renanthera, você deve saber que elas gostam de ficar alternadamente secas e molhadas.

Substrato

Quanto ao substrato, o melhor é que você não o utilize, pois ela prefere ficar sem substrato.

Mas se por algum motivo você quer utiliza-los, use algum que forneça uma boa drenagem para sua orquídea, como por exemplo:

  • Fibra de samambaia
  • Fibra de coco
  • Carvão vegetal
  • Esfagno

Fotos de Orquídeas Renanthera

E agora um bônus, eu separei algumas fotos para que você possa conhecer um pouco mais sobre as espécies desse gênero.

Renanthera-bella
Renanthera bella
Renanthera-citrina
Renanthera citrina
Renanthera-matutina
Renanthera matutina
Renanthera-storiei
Renanthera storiei

Esse foi o guia sobre como cultivar as orquídeas renanthera, o que você achou desse artigo? Deixe seu comentário abaixo.

Compartilhe Este Artigo!


Artigos Relacionados: