Orquídeas Miltonia – Descubra Como Cuidar Dessas Orquídeas

As orquídeas miltonia foram descobertas em 1837 por John Lindley e hoje tem ao todo 12 espécies catalogadas.

Elas são orquídeas epífitas, ou seja, vivem em cima de árvores.

Você sabia que?

O nome miltonia foi dado em homenagem ao inglês Charles Wentworth-Fitzwilliam.

Ele que além de orquidófilo também era visconde de Milton, por isso conhecido como Lord Fitzwilliam Milton.

As miltonias não são orquídeas muito grandes, sendo que em média não passam de meio metro de altura.

Continue lendo para aprender um pouco mais sobre as características dessa planta e também como cultivá-las.

Características

Orquídeas-Miltonia

Essas orquídeas são naturais principalmente do Brasil, na parte central do país e também da Argentina.

Normalmente elas ficam em locais mais secos.

Um das características dessas orquídeas é que elas exalam um leve perfume um pouco adocicado, bem agradável.

Guia-Das-Orquídeas
Descubra Os Maiores Segredos Do Cultivo De Orquídeas

Este guia passo a passo já ensinou centenas de cultivadores iniciantes a terem orquídeas lindas, saudáveis e com várias flores.

Digite seu e-mail abaixo e receba-o gratuitamente.

Seu e-mail está seguro

Seus pseudobulbos são ovais e bem grandes, normalmente tendo 1 ou 2 folhas em seu topo.

Suas folhas são mais finais e largas.

Agora vamos ver um pouco sobre a parte mais interessante dessas orquídeas, suas flores.

Flores

Miltonia-candida

Caso você cultive bem as suas orquídeas, oferecendo para elas um bom habitat, com uma boa rega e adubação, ela vai te presentear com uma linda floração.

E no caso das miltonias, essa floração vai ocorrer principalmente entre a primavera e o outono.

Suas flores têm em média de 10 a 11 cm, e a duração pode ser considerada longa, pois varia de 15 a 60 dias em alguns casos.

Veja também:

Suas cores porem variar um pouco, mas normalmente são avermelhadas e possuem um cheiro muito agradável.

Também pode ocorrer de você encontrar com cores mais brancas ou até em um tom de rosa.

As flores formam uma touceira que juntamente com as folhas cobre os troncos da orquídea.

Como Cuidar Das Orquídeas Miltonia

Miltonia-cuneata

Essa é uma orquídea que é considerada pelo orquidófilos como de cultivo moderado.

Ou seja, se você ainda é um iniciante com orquídeas, pode não ser uma boa ideia começar cultivando essa espécie.

Por isso, eu recomendo que você leia antes o artigo como cuidar de orquídeas.

Algumas orquídeas de fácil cultivo são:

Mas caso você realmente queira aprender como cuidar dessas orquídeas, leia as dicas abaixo:

Temperatura

TEMPERATURA-1A temperatura é algo essencial no cultivo de todas as orquídeas.

Sem uma temperatura ideal, suas orquídeas não vão florescer.

E isso também ocorre com as miltonias.

Se você não tomar cuidado, sua orquídea pode acabar adormecendo ou queimando seus botões florais.

Normalmente as orquídeas miltonias aguentam temperaturas que variam entre 10 a 32ºC.

Sendo que mais ou menos do que isso já pode prejudicar a sua orquídea.

Às miltonias possuem dois tipos de espécies, aquelas de clima quente e aquelas de clima frio.

Basicamente as de clima quente, preferem uma temperatura mínima de 16ºC e temperatura máxima de 32ºC.

Já as de clima frio, uma temperatura mínima de 10ºC e máxima de 27ºC.

Luz

ILUMINAÇÃOEssa é uma orquídea que gosta muito de sombra.

O sombreamento recomendado é de cerca de 70%.

E lembre-se sempre evite que sua orquídea receba uma iluminação direta.

Pois isso pode atrapalhar diretamente no desenvolvimento e na saúde dela.

Para saber mais, acesse o artigo mancha nas folhas das orquídeas.

Umidade

A umidade ideal é algo que vai garantir que sua orquídea não pegue doenças facilmente.

Isso porque:

  1. Umidade muito baixa: vai diminuir a resistência de sua planta
  2. Umidade muito alta: vai fazê-la contrair doenças graves.

O recomendado para as miltonias é uma umidade de cerca de 70%, mas umidades um pouco mais baixas ou mais altas também são aceitáveis.

Rega

Quanto a rega, ela deve ser abundante.

Mas garanta que não haja o acúmulo de água no fundo do vaso de sua orquídea.

Para aprender como regar as suas orquídeas, veja esse artigo, ou dê play no vídeo abaixo:

Replantio

REPLANTIO

O replantio ocorre normalmente por 4 motivos:

  1. Você quer fazer mudas de sua orquídea
  2. Ela está muito grande para o vaso atual
  3. O substrato está velho
  4. Ela pegou alguma doença

E se for possível, o que recomendo é que ele ocorra após a floração de sua orquídea.

Normalmente é nesse período que os brotos ou keikis começam a surgir.

Isso porque dessa maneira você não vai desgastar tanto a sua orquídea e também não vai perder a sua floração.

Para aprender a fazer o replantio, veja o vídeo abaixo:

Fertilizante

Quanto ao fertilizante, utilize o NPK 10 30 20, isso porque ele vai te ajudar a estimular a floração de sua orquídea.

Sendo que a adubação ocorre a cada 2 semanas e durante o inverno a adubação deve ocorrer a cada 4 semanas.

Se você perceber que o vaso de sua orquídea está com sal acumulado, lave-a, garanta que você retirou todo esse excesso de adubo e diminua a quantidade de adubo utilizado.

Guia-Das-Orquídeas
Descubra Os Maiores Segredos Do Cultivo De Orquídeas

Este guia passo a passo já ensinou centenas de cultivadores iniciantes a terem orquídeas lindas, saudáveis e com várias flores.

Digite seu e-mail abaixo e receba-o gratuitamente.

Seu e-mail está seguro

Substrato

E por último mas não menos importante, o uso do substrato em suas orquídeas.

As miltônias são orquídeas que precisam de um substrato com uma ótima drenagem, por isso, os mais recomendados são:

  • Fibra de coco
  • Cacos de tijolos
  • Argila expandida (no fundo)
  • Isopor

Conclusão

Miltonia-russelliana

Agora é com você, se você conseguir colocar em prática tudo o que aprendeu nesse artigo, tenho certeza que vai conseguir ter lindas orquídeas miltonia.

Essas infelizmente não são orquídeas tão famosas aqui no Brasil quando comparadas com outras espécies.

Mas elas também são orquídeas incríveis.

E se você gostou desse artigo, o compartilhe em suas redes sociais, porque isso vai nos ajudar muito na divulgação desse guia sobre como cuidar da orquídea miltonia.



1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *