Orquídea Chuva De Ouro (Oncidium) – Cultivo e Curiosidades

Você conhece a orquídea Oncidium?

Popularmente conhecida como chuva de ouro, essa é uma das orquídeas mais admiradas entre cultivadores brasileiros.

E, toda essa admiração é por vários motivos:

  1. O fácil cultivo
  2. A beleza das flores
  3. A facilidade para encontrá-las em praticamente qualquer orquidário

Por isso, se você possui ou está pensando em comprar uma Oncidium, continue lendo esse artigo para aprender tudo sobre elas.

Como Cuidar da Oncidium

Oncidium-cheirophorum

Oncidium cheirophorum

O cultivo da orquídea chuva de ouro é considerado simples.

Por isso, se você ainda é iniciante com orquídeas, não precisa se preocupar, essa é uma orquídea muito resistente.

Abaixo você vai aprender os fatores determinantes para a saúde de sua Oncidium:

  1. Onde plantar
  2. Quais substratos usar
  3. Quando e como regar
  4. Como fornecer corretamente a iluminação, temperatura e umidade
  5. Os segredos para uma boa adubação
  6. Algumas dicas importantes

Uma dica: se você quiser aprender ainda mais sobre o cultivo de orquídeas, baixe nosso guia gratuito clicando no botão abaixo:

Descubra Como Ter Orquídeas Magníficas em Menos de 1 Mês

Acesse agora o guia exclusivo que já ajudou centenas de cultivadores iniciantes a terem orquídeas lindas, saudáveis e com várias flores.

➜ QUERO BAIXAR AGORA

Onde Plantar

Apesar de não ser um dos maiores focos dos cultivadores, o plantio é uma das partes mais importantes na hora de cuidar de orquídeas.

Basicamente, se você plantar sua orquídea no local errado, ela provavelmente vai morrer.

Por isso, preste atenção logo abaixo.

Em sua grande maioria, as oncidium são orquídeas epífitas, ou seja, na natureza elas vivem penduradas em árvores.

Isso significa que você não pode plantar sua Oncidium na terra.

Os locais mais indicados para plantar a orquídea chuva de ouro são:

  • Vasos (especialmente de terracota)
  • Árvores
  • Troncos ou cascas

Para aprender a plantá-las em vasos, veja o vídeo abaixo:

Orquídea Chuva de Ouro no Tronco

Agora, caso você queira fixá-la em árvores ou em troncos, siga os passos abaixo:

  1. Escolha o local ideal (árvores e troncos devem estar livres de pragas e de preferência serem rugosos, pois, isso ajuda na fixação das orquídeas)
  2. Coloque sua orquídea delicadamente e para ajudá-la a se fixar, amarre-a com um barbante, mas não aperte muito.
  3. Garanta que o local fornece o que sua orquídea precisa (sua orquídea deve estar protegida da luz solar direta, mas não pode ficar sem iluminação)

Para facilitar o seu entendimento, veja abaixo um vídeo sobre como prender orquídeas em árvores.

Substratos

Oncidium-com-flores-marrom

Os substratos são partes essenciais do cultivo dessa orquídea em vasos.

Basicamente eles vão te ajudar a fixar a sua orquídea no vaso e também vão te ajudar a identificar quando é o momento de regar sua planta.

O substrato ideal para sua oncidium é feito com:

  1. 40% de musgo esfagno
  2. 30% de carvão
  3. 30% de casca de pinus moida.

Mas essa não é uma regra, você pode utilizar outros substratos como britas, casca de macadâmia, fibra de coco, etc.

Rega

oncidium-sphacelatum-2

Finalmente chegamos em um dos fatores mais temidos entre os cultivadores, a rega de sua orquídea.

Basicamente um dos motivos principais de doenças e perdas de orquídeas entre os iniciantes é a rega errada.

Por isso, fornecer bem esse fator é tão importante.

Preste atenção, a rega pode variar dependendo de vários fatores:

  1. Onde sua orquídea está
  2. O clima de sua cidade
  3. Substratos que você utiliza
  4. A fase que a planta está (crescimento, dormência ou florescimento)
  5. Entre vários outros fatores

Por isso, eu não posso definir um intervalo de tempo para regar suas orquídeas, isso apenas você poderá fazer com o passar do tempo.

Mas, existe uma alternativa.

Posso te ensinar a identificar quando sua orquídea precisa de água.

Quando Regar Suas Orquídeas

Oncidium-nubigenum

Existem alguns “macetes” que você pode utilizar para identificar se é o momento certo de regar suas orquídeas.

Primeiro, Oncidium que estão penduradas:

  1. Saiba que elas elas são orquídeas epífitas
  2. Todas as orquídeas epífitas, possuem uma estrutura chamada velame em suas raízes
  3. Essa estrutura quando vai secando, começa a se tornar acinzentada.

Ou seja, sempre que as raízes de sua orquídea começarem a ficar com um tom branco ou acinzentado, está na hora de regar.

Normalmente em orquídeas penduradas, a rega é mais frequente, em média 1x por dia ou 1x a cada 2 dias.

Agora, vamos aprender a identificar quando regar Oncidium plantada em vasos:

  1. Você precisa olhar os substratos de sua planta
  2. Coloque o dedo no meio do substrato e verifique a umidade dele
  3. Caso ele esteja seco, regue sua chuva de ouro, caso ainda esteja úmido, verifique novamente no próximo dia.

Abaixo estão algumas dicas que podem ser úteis na hora da rega:

  • Lembre-se que as orquídeas não gostam de umidade nas raízes, por isso, nunca deixe um prato com água embaixo de seus vasos.
  • Regue sua chuva de ouro durante o final da tarde, pois, elas gostam de passar a noite úmidas.
  • Orquídeas que possuem folhas e raízes mais grossas, normalmente são regadas com uma frequência menor, porque elas possuem uma grande capacidade de retenção de água.

Para aprender ainda mais sobre a rega e o cultivo de orquídeas, baixe nosso guia gratuito:

Baixe Agora Nosso Manual VIP + Curso Gratuito Sobre Como Cuidar de Orquídeas

Clique no botão abaixo para baixar o manual Os 7 Maiores Segredos do Cultivo de Orquídeas e, também receber nosso curso introdutório sobre como cuidar de orquídeas (gratuitamente)

➜ QUERO BAIXAR AGORA

Iluminação

Orquídea-Oncidium

A orquídea chuva de ouro é muito famosa por ter uma grande resistência a temperatura.

E isso também se aplica a iluminação.

Elas podem receber bem mais iluminação do que outras espécies como Phalaenopsis ou Vanda.

Basicamente:

  1. O ideal é meia sombra, ou seja, uma luminosidade de 50%
  2. Também existem espécies que gostam de ficar entre 1 a 3 horas recebendo luz solar direta, durante os horários em que o sol está mais fraco.

A mesma regra aplicada nas regas também pode ser utilizada neste caso.

As Oncidium que possuem folhas mais grossas, normalmente preferem uma iluminação maior.

Outra dica é observar suas folhas.

Basicamente se:

  • Suas folhas estiverem com uma coloração mais amarelada, elas estão recebendo muito sol
  • Suas folhas estiverem com um coloração verde-escuro, elas estão precisando de mais sol

Veja o artigo manchas nas folhas das orquídeas para aprender mais sinais que as orquídeas nos mostram durante o cultivo.

Temperatura

Oncidium-cebolleta

A temperatura é mais um fator que a Oncidium se destaca.

O ideal é que você forneça temperaturas medianas ou um pouco quentes, mas nunca em excesso.

Mas, apesar de não gostar, a orquídea chuva de ouro também pode se adaptar a temperaturas menores.

O ideal para essa orquídea é:

  1. 12°C a 16°C durante a noite
  2. 26ºC a 30°C durante o dia

Mas elas também podem aguentar temperaturas até 38°C, caso a umidade e a ventilação estejam altas (fonte – aos)

Umidade

Oncidium

É importante lembrar que quando falo sobre a umidade do ar não estou me referindo a rega de sua orquídea.

Basicamente a umidade serve para manter sua orquídea saudável e livre de pragas ou doenças.

  1. Caso a umidade fique baixa, sua orquídea vai ficar fraca.
  2. Caso a umidade fique muito alta, sua orquídea pode ser atacada por doenças, como a Podridão Negra.

As orquídeas Oncidium precisam de menos umidade que a maioria dos outros gêneros.

Por isso, saiba que o ideal é que a umidade varie entre 30% a 60%.

Para checar a umidade:

  1. Você pode utilizar um site de previsão do tempo
  2. Você pode comprar um checador de umidade para sua casa ou orquidário (recomendado para quem cultiva muitas orquídeas)

Adubação

Oncidium-sphacelatum

Finalmente chegamos a um dos temas que mais deixam os cultivadores em dúvida, a adubação.

Basicamente existem 2 tipos principais de adubos:

Adubos Orgânicos

São adubos obtidos por meio de matéria de origem vegetal ou animal, como esterco, farinhas, bagaços, cascas e restos de vegetais, decompostos ou ainda em estágio de decomposição.

Essa é uma adubação natural em que a planta absorve lentamente os nutrientes.

Alguns dos adubos orgânicos mais famosos são:

  1. Bokashi
  2. Osmocote
  3. Farinha de osso

Adubos Químicos

Adubação Química. é o nome dado pela Organização Internacional para Padronização ao fertilizante no qual os nutrientes declarados estão na forma de sais inorgânicos obtidos por extração e/ou por processos industriais químicos e/ou físicos.

Normalmente essa é a adubação mais recomendada, pois, é bem mais simples.

Basicamente a adubação química tem algumas vantagens:

  1. É mais rápida e simples
  2. Não libera mal odores
  3. É possível ter um maior controle dos nutrientes que sua orquídea recebe através dela

Por isso, se você é iniciante, eu aconselho que você adube sua orquídea chuva de ouro com adubos químicos, especialmente se o cultivo for em locais fechados.

Abaixo estão algumas formulações que você pode utilizar:

  1. NPK 10 10 10 (em qualquer período exceto a floração)
  2. NPK 30 10 10 (quando sua orquídea é cultivada em cascas)
  3. NPK 20 20 20 (quando sua orquídea não é cultivada em cascas)

Aplique de 1 a 2x por mês.

Replantio

Orquídea-chuva-de-ouro-no-vaso

O replantio é um processo que muitas vezes pode ser complicado e gerar dores de cabeça.

Lembre-se que para evitar problemas, você precisa replantar sua orquídea no período de crescimento dela, ou seja, quando estão surgindo novos brotos e folhas.

Caso você faça o replante durante o período de dormência, sua Oncidium pode não aguentar e ficar anos sem florir ou até morrer.

Veja abaixo um vídeo explicando como replantar orquídeas:

Outros Cuidados

Por último, abaixo estão algumas dicas que podem ser úteis para seu cultivo:

  1. Garanta que o local onde sua orquídea chuva de ouro é cultivada, tenha uma boa circulação do ar, isso vai evitar ataques de fungos e pragas.
  2. A multiplicação dessa orquídea é feita através do processo de divisão da planta.
  3. Quando a floração da oncidium acabar, corte as hastes florais, pois, elas não vão produzir novas florações.
  4. Se sua oncidium for atacada por cochonilhas, veja este artigo.
  5. Baixe nosso guia gratuito para aprender ainda mais dicas sobre o cultivo de orquídeas.
Descubra Como Ter Orquídeas Magníficas em Menos de 1 Mês

Acesse agora o guia exclusivo que já ajudou centenas de cultivadores iniciantes a terem orquídeas lindas, saudáveis e com várias flores.

➜ QUERO BAIXAR AGORA

Floração das Orquídeas Chuva de Ouro

Agora que você já aprendeu a cultivar a Oncidium, que tal saber um pouco mais sobre a principal característica dessa orquídea? Suas flores.

Chuva-de-ouro-com-flores

Suas flores são muito pequenas e numerosas

Algumas espécies possuem flores perfumadas, por exemplo, a Oncidium Sharry Baby conhecida como orquídea chocolate, pois, exala um aroma parecido com o de chocolate

A duração de suas flores é algo que pode variar muito dependendo de seu cultivo e também de sua espécie, varia entre 7 a 40 dias.

Flores-oncidium

Muitas pessoas pensam que a orquídea chuva de ouro possui apenas cores amarelas, mas na verdade, existem espécies que podem gerar flores de várias outras colorações, como rosa, branco, laranja, marrom, etc.

Elas podem florescer até 2x no ano.

A Oncidium Retemeyerianum tem flores o ano todo, pois, suas flores vão se abrindo ao longo do ano

Principais Espécies

Dentre todas as Oncidium, existem algumas que se destacam entre os cultivadores.

Essa fama pode ser por vários motivos, por exemplo, as flores, o aroma ou simplesmente porque a espécie é facilmente encontrada sendo vendida.

Abaixo estão algumas das principais espécies do gênero Oncidium:

  • Oncidium crispum
  • Oncidium altissimum
  • Oncidium aloha Iwanaga
  • Oncidium twinkle
  • Oncidium sharry baby

Agora vamos falar um pouco mais sobre cada uma dessas espécies:

Oncidium crispum

oncidium-crispum

Existe uma discussão sobre a verdadeira classificação dessa orquídea, enquanto alguns a consideram como Oncidium, outros a consideram como Brasilidium.

Mas o Brasilidium é um gênero polêmico e, aqui está o motivo:

Em 2006 a RHS transferiu inúmeras plantas brasileiras do gênero Oncidium para o gênero Gomesa, não levando em consideração os aspectos morfológicos das mesmas. Um grave erro.

Descontentes, renomados orquidólogos brasileiros como Vitorino Paiva Castro Neto, Marcos Antonio Campacci e Erwin Bohnke, resolveram criar uma nomenclatura diferente para estas plantas, e é esta linha que sigo e seguirei.

Descrita em 1832 por John Lindley, essa é uma orquídea Brasileira.

Podemos encontrá-la na Mata Atlântica, especialmente no sul e no sudeste do Brasil. Ela vive sobre árvores e é encontrada em altitudes entre 600 a 1500 metros acima do mar.

Oncidium altissimum

oncidium-altissimum

A Oncidium altissimum é uma orquídea epífita que pode ser encontrada nas ilhas Pequenas Antilhas da Martinica, Trinidad e São Vicente.

Suas flores possuem em média 2,5cm e seu cultivo é considerado simples, especialmente se ela receber bastante luz solar e for regada regularmente.

Algumas curiosidades sobre essa espécie são:

  1. Segundo a wikipédia, durante a floração, essa oncidium pode gerar até 300 flores.
  2. Ela é comumente encontrada em locais onde existem várias formigas.

Oncidium aloha iwanaga

oncidium-aloha

A Oncidium aloha iwanaga é uma orquídea híbrida que chegou ao Brasil no ano de 1996.

Criado por E. Iwanaga e registrado no ano de 1990 por M. Sato.

Basicamente para chegar nesta orquídea, são necessários inúmeros cruzamentos.

Durante sua floração, ela gera dezenas de flores que podem chegar até 4cm e não possuem cheiro.

Para aprender mais sobre elas, visite o artigo do grande orquidófilo Pablo Heller: https://orquideasjph.wordpress.com/2017/10/04/oncidium-aloha-iwanaga/

Oncidium twinkle

oncidium-twinkle

Essa é uma orquídea chuva de ouro que pode florir em qualquer estação, mas normalmente nós vemos suas flores durante o frio.

Essa pode ser considerada uma mini orquídea, pois, suas flores não passam de 1cm e a planta, geralmente tem entre 10 a 15cm de altura.

Assim como a espécie anterior, a Oncidium twinkle também é um híbrido das seguintes espécies:

  1. Oncidium cheirophorum
  2. Oncidium ornithorhynchum

Ambas encontradas na América Central em cima de árvores (epífitas).

Para saber mais sobre essa orquídea, veja este artigo: https://clubeorquidofilosportugal.pt/2017/12/26/oncidium-twinkle/

Oncidium sharry baby

oncidium-sharry-baby

Também conhecida como orquídea chocolate, a Oncidium sharry baby também é um híbrido.

Criada no ano de 1983, essa espécie se tornou muito famosa devido a fragrância de suas flores, que é muito parecida com a do chocolate.

Quanto a sua floração, ela pode ocorrer em qualquer época do ano, durando entre 30 a 45 dias.

Suas flores são muito pequenas e numerosas.

Curiosidades Sobre a Orquídea Oncidium

Orquídea-chuva-de-ouroOncidium é o nome científico das orquídeas popularmente conhecidas como chuva de ouro.

Sendo criado no ano de 1800 por O. Swartz, o nome Oncidium vem do grego onkos que significa volume, esse nome ocorreu devido ao calo que essas orquídeas possuem na base de seu lábio.

Uma informação importante que você deve se lembrar ao cultivar essas orquídeas é que elas podem ter pequenas pintas em suas folhas.

Apesar de parecer ser algum problema, essas pintas são naturais e não vão atrapalhar a saúde de sua planta.

A Orquídea Chuva de Prata

Durante minha pesquisa sobre essas orquídeas, acabei encontrando algo muito curioso e acredito que poucos orquidófilos também saibam disso.

Você sabia que também existe a orquídea chuva de prata?

Esse é o nome popular da Ionopsis paniculata.

Elas receberam esse nome graças as cores de suas flores que são quase que totalmente brancas.

Uma História Curiosa

Oncidium-Twinkle-“Yellow-Fantasy”

Atualmente apenas 330 espécies naturais de orquídeas são consideradas como Oncidium.

Mas, nem sempre foi assim.

No início das classificações, quando não se tinha tantos meios para identificar as orquídeas, o gênero Oncidium teve o mesmo problema que o Epidendrum.

Ele se tornou um local onde botânicos colocavam gêneros que não tinham certeza como classificar.

Dessa maneira, com o passar do tempo, esse gênero foi aumentando e diminuindo de tamanho, chegando a ter 1378 espécies em determinado momento da história.

Antigamente mais de 100 espécies de Oncidium eram encontradas no Brasil, mas com a diminuição do gênero, grande parte delas foram reclassificadas.

Hoje poucas espécies desse gênero são encontradas no Brasil.

Onde Elas São Encontradas

Abaixo estão os locais onde as orquídeas deste gênero podem ser encontradas:

América do norte:

  • Estados Unidos
  • México

América central:

  • Honduras
  • Panamá
  • Nicarágua
  • Guatemala
  • Costa Rica
  • El Salvador
  • Cuba
  • Entre outros

América do Sul

  • Brasil
  • Argentina
  • Colômbia
  • Equador
  • Peru
  • Guiana
  • Entre outros

Conclusão

Este foi o nosso guia completo sobre as orquídeas chuva de ouro, espero que você tenha gostado.

Nosso objetivo é que através deste artigo, você consiga cultivar melhor suas Oncidium e também que aprenda mais sobre essa espécie.

Gostou deste artigo? Então nos ajude o compartilhando em suas redes sociais.

Vamos ficar muito felizes se você fizer isso.

Tem alguma dúvida, sugestão ou gostaria de compartilhar sua história? Então deixe seu comentário abaixo.

5 Comentários

  1. Ingrid Moraes 9 de junho de 2020
  2. Renata Penteado 24 de março de 2020
  3. Thiago Ferreira 6 de fevereiro de 2020
  4. Angelina 15 de outubro de 2019
    • Thiago 18 de outubro de 2019

Deixe Seu Comentário 👇

Descubra Como Ter Orquídeas Lindas e Saudáveis em Menos de 1 Mês   [x]