Orquídeas Encyclia – Principais Características e Como Cultivar

As orquídeas encyclia são um gênero da família Orchidaceae, com 165 espécies catalogadas.

Foram propostas por Hooker no ano de 1828, normalmente são orquídeas epífitas e com uma menor frequência rupícolas.

Elas são nativas da América, sendo que seus locais de origem são:

  • Brasil
  • Argentina
  • México
  • Estados Unidos
  • América Central (principalmente Caribe)

Uma curiosidade sobre elas é que antigamente elas eram consideradas orquídeas epidendrum.

Mas devido a diferença entre os seus labelos e pseudobulbos, os dois gêneros foram separados.

Basicamente os labelos da encyclia são solto enquanto o da epidendrum são fundidos, e a encyclia tem pseudobulbos já a epidendrum não.

Continue lendo este artigo para aprender mais sobre a orquídea encyclia, como cultivá-la, suas curiosidades entre outras coisas.

Características Das Orquídeas Encyclia

Orquídeas-encyclia

Primeiramente vamos nos focar nas características e também algumas curiosidades sobre o gênero das encyclias.

As encyclias podem ter tamanhos muito variáveis.

Existem espécies com um tamanho máximo de poucos centímetros, enquanto outras quase atingem um metro de altura.

Além disso, suas folhas podem ter dois formatos diferentes, que são:

  • Coriáceas, segundo a wikipédia, textura semelhante a couro e se quebra facilmente
  • Lanceoladas, segundo o dicionário informal Diz-se de um órgão que termina em forma de lança: folha lanceolada.

Já a sua multiplicação, normalmente usa-se a divisão de pseudobulbos, onde se divide a planta em duas ou mais, para que se forme novas plantas.

[Grátis] E-book Os 7 Maiores Segredos Do Cultivo De Orquídeas

Atualmente no Brasil, existem cerca de 40 espécies de orquídeas encyclia e outra curiosidade sobre elas é sobre a encyclia viridiflora.

A viridiflora foi encontrada por Willian Harrison e catalogada por Hooker.

Harrison afirma tê-la visto no Rio de Janeiro, mas ela nunca foi vista novamente.

Foi graças a essa espécie que esse gênero começou a existir.

OBS: o desenho original da viridiflora é esse abaixo:

Encyclia-viridiflora

Flores

Floração-e-Flores

Uma das características mais atraentes desse gênero são suas flores.

Isso porque ao contrário das orquídeas brassavola, as encyclias possuem praticamente todas as suas espécies com flores que são perfumadas.

E esse cheiro agradável serve para atrair abelhas e também alguns pássaros para que eles realizem a polinização das flores.

Outro fator que a encyclia tem para atrair seus polinizadores são as belas cores de suas flores, que podem ser:

  • Amarelo
  • Rosa
  • Marrom
  • Branca
  • Entre várias outras cores

E graças a esses fatores, elas conseguem atrair as abelhas e os pássaros para que sejam polinizadas.

Quanto a duração de suas flores, normalmente é de 1 mês.

Mas esse não é um valor fixo, pois dependendo da saúde de sua planta, esse período pode aumentar ou abaixar.

Agora vamos ver um pouco mais sobre como cultivar essa orquídea maravilhosa.

Cultivo De Encyclia

Cultivo

O cultivo das orquídeas encyclias é algo bem simples de se fazer.

Você não vai ter que se preocupar muito com vários fatores, sendo que provavelmente o mais difícil será a rega, que mesmo assim é algo bem fácil de se fazer.

Basicamente o cultivo de orquídeas pode ser dividido em várias partes e cada espécie tem a sua preferência nessas partes, por exemplo:

Na rega, as orquídeas vanda gostam de ser regadas várias vezes durante a semana, já as orquídeas olhos de boneca preferem ser regadas menos frequentemente.

Abaixo vou abordar os principais fatores do cultivo da orquídea encyclia, para que você cultive facilmente a sua orquídea.

Luminosidade

Iluminação

Como a grande maioria das espécies dessas orquídeas estão ou na América Central ou na América do Sul, a grande maioria prefere uma luminosidade alta.

Então para que você verifique se sua orquídea está recebendo muito sol, veja as folhas dela.

Se a folha estiver mais escura do que o normal, não preto e sim um tom mais escuro da cor normal de sua orquídea, então ela está tomando pouco sol.

Isso porque ela aumentou a produção de clorofila para conseguir captar mais luz solar.

Já caso a folha esteja amarelando ou queimada, está recebendo muito sol.

Uma boa dica, é que se deixe essa orquídea junto com as cattleyas, pois as necessidades de iluminação de ambas é muito parecida.

Ventilação

Ventilação

A ventilação ideal vai garantir que sua orquídea não pegue doenças.

Com uma boa ventilação, a encyclia pode aguentar temperaturas mais altas, mas atenção, isso também depende da umidade.

Para que você não se preocupe muito com esse fator, apenas garanta que sua orquídea está em um local onde o vento não é parado e nem muito forte.

Normalmente uma brisa é o ideal.

Como Regar a Orquídea Encyclia

Rega

Agora o fator que eu considero mais trabalhoso sobre como cuidar de orquídeas encyclia, a rega.

Isso porque a necessidade de rega das espécies desse gênero são muito variadas.

Aquelas naturais da América do Sul, não necessitam de uma rega muito frequente, enquanto algumas da América central precisam ser regadas frequentemente.

Então para descobrir como regar a sua orquídea encyclia, você vai pegar um lápis e apontá-lo, deixando-o como na imagem abaixo:

Lápis

Após isso, vai colocá-lo até o meio do substrato de sua orquídea, então se ele voltar de outra cor (molhado), espere, não está na hora de regar.

Mas caso ele volte seco, isso significa que o substrato já secou, por isso está na hora de regar a sua orquídea.

No início faça uma verificação diária do substrato, mas com o tempo você pode criar “calendário de rega”, pois já vai ter uma boa noção de quanto em quanto tempo sua orquídea precisa ser regada.

OBS: durante o período de crescimento, a rega de sua orquídea é mais frequente.

Adubação

Adubação

Na natureza, as orquídeas não recebem adubação, mas têm a sua disposição vários nutrientes, que estão presentes nos compostos orgânicos das florestas.

E para que consigamos entregar para as nossas orquídeas esses mesmos nutrientes, muitas vezes precisamos utilizar adubos.

Existem dois tipos de adubos que são utilizados em orquídeas, os químicos e os orgânicos.

Os orgânicos são naturais, é feito pela natureza.

Normalmente aplicá-los é muito fácil e se você errar na dose, não tem muito perigo, mas eles demoram para fazer efeito.

os químicos produzidos pelo ser humano.

Aplicá-los exageradamente pode causar vários problemas em suas orquídeas, mas caso você os aplique corretamente é muito provável que gerem melhores resultados que os adubos orgânicos.

[Grátis] E-book Os 7 Maiores Segredos Do Cultivo De Orquídeas

Abaixo você vai aprender como utilizar os adubos químicos em sua orquídea encyclia.

Basicamente o que você deve fazer é utilizar um adubo equilibrado como o NPK 20 20 20 ou NPK 10 10 10.

Adubando em média de 7 em 7 dias durante a fase de crescimento e de 15 em 15 ou a cada 30 dias durante os outros períodos.

Sempre tomando cuidado para não exagerar na quantidade de adubo aplicado, se necessário coloque metade da quantidade recomendada.

Ou seja, se o recomendado é 1 colher de adubo para cada litro de água, coloque 1 colher para cada 2 litros de água.

Temperatura

Temperatura

A temperatura ideal também é outro fator muito importante na hora de cultivar suas orquídeas.

Ela é especialmente importante para fazer que sua orquídea floresça.

O ideal para suas encyclias é de 21ºC a 29ºC durante o dia.

E para que o florescimento seja estimulado, de 10ºC a 15ºC durante a noite.

Temperaturas muito baixas ou muito altas, durante um grande período podem acabar danificando a sua planta, de modo que ela pode:

  • Não florescer
  • Parar de crescer

Voltando ao normal apenas após 1 ou 2 anos.

Umidade

Umidade

Uma boa umidade faz que sua orquídea não pegue doenças.

E ao contrário do que muitos acreditam, a umidade não está apenas relacionada ao ar.

Basicamente, se você regar a sua orquídea e deixar que fique água acumulada no fundo do vaso, a umidade será muito alta para sua orquídea.

Então, antes de se preocupar com a umidade do ar, verifique se você não está deixando água se acumular no fundo do vaso de suas orquídeas.

Ou em algum vasinho abaixo do pote onde sua orquídea encyclia está.

Após verificar isso, basta verificar se a umidade está entre 50% e 80% pois é o ideal para a encyclia.

Replantio

Replantio

Como a grande maioria das orquídeas, a encyclia também precisa ser replantada de tempos em tempos.

Isso pode ocorrer devido aos seus substratos que estão se tornando velhos, ou ao tamanho da planta, que já ultrapassou o vaso atual.

Provavelmente você terá que replantá-la a cada 2 ou 3 anos.

E quando for fazer isso, faça após a floração ter ocorrido.

Porque o replantio faz a sua orquídea gastar muitas energias para se adaptar ao novo ambiente.

Para fazer o replantio, veja o vídeo abaixo, mas antes siga esses 3 passos:

  1. 1º Regue a sua orquídea, molhe bem para que ela se solte mais facilmente do vaso.
  2. 2º Aperte o vaso (caso seja de plástico), para comprimir a terra, isso também vai facilitar a retirada de sua orquídea.
  3. 3º Retire a sua orquídea, limpe-a e também retire todas as raízes mortas, tomando muito cuidado.

Onde Plantá-la

Existem vários locais onde se pode plantá-la, abaixo estão alguns dos melhores locais:

  • Potes de plástico
  • Casca de peroba
  • Vaso de barro
  • Pedaços grandes de madeira

Substratos

Quanto aos substratos aqueles mais recomendados são os que garantem uma boa drenagem para sua orquídea, especialmente no fundo do vaso.

  • Rocha de lava
  • Pedaços de samambaia
  • Carvão vegetal
  • Brita
  • Casca de pinus

Mas também coloque alguns substratos que segurem um pouco a umidade como sphagnum.

Basta escolher alguns e fazer o teste.

1 Comentário

  1. Direitos Autorais das Imagens:
    Orquídea Viridiflora: By W. J. H. (= William Jackson Hooker) (1785-1865) del., Swan sc. – “Curtis’s Botanical Magazine” vol.55 (N.S. 2) pl. 2831(http://botanicus.org/page/485249), Public Domain, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=8623961
    Alboxanthina By João Medeiros (Encyclia alboxanthinaUploaded by Orchi) [CC BY 2.0 (https://creativecommons.org/licenses/by/2.0)], via Wikimedia Commons
    Alata By KENPEI (KENPEI’s photo) [GFDL (http://www.gnu.org/copyleft/fdl.html) or CC BY-SA 3.0 (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0)], via Wikimedia Commons
    Bracteata By Orchi [GFDL (http://www.gnu.org/copyleft/fdl.html) or CC-BY-SA-3.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/)], from Wikimedia Commons
    Candollei By Ollin Vital [CC BY-SA 4.0 (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0)], from Wikimedia Commons Cyperifolia By Rosita Choque [CC BY-SA 2.0 (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0)], via Wikimedia Commons Hanburii By Marie Richie from Portland, Cascadia (Flickr) [CC BY 2.0 (https://creativecommons.org/licenses/by/2.0)], via Wikimedia Commons

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *