Orquídeas Dendrobium – Aprenda Como Cuidar Delas Facilmente

O gênero das orquídeas dendrobium pode ser considerado um megagênero.

Isso por que atualmente, são aceitas 1510 espécies nesse gênero.

Mas mesmo assim, elas não são o maior gênero das orquídeas, perdendo para as orquídeas bulbophylum, que possuem mais de 2000 espécies.

Elas são nativas principalmente dos seguintes países:

  • Índia, Sri Lanka, Japão, Filipinas,
  • Indonésia, Papua, Nova Guiné,
  • Malásia, Austrália e Nova Zelândia.

Aparecendo em vários climas diferentes como no alto do himalaia até o deserto australiano.

Em sua maioria, as dendrobiums são epífitas, ou seja, crescem em cima das árvores.

Graças a essa característica, elas receberam o nome dendrobium.

Por que o significado do nome dendrobium é planta que vive nas árvores.

Só que além de epífitas, elas também podem ser litófitas, ou seja, crescem sobre as rochas.

Elas são utilizadas como fonte de decoração na casa de milhares de pessoas e na também na medicina oriental.

Onde a Dendrobium nobile é uma das 50 ervas fundamentais da medicina chinesa.

As espécies mais conhecidas são:

“Den.amethystoglossum, Den.anceps, Den.atroviolaceum, Den.bellatulum, Den.canaliculatum, Den.chrysotoxum, Den.cruentum, Den.crumenatum, Den.cuthbertsonii, Den.dearei, Den.discolor, Den.forbesii, Den.finisterrae, Den.harveyanum, Den.infundibulum, Den.kingianum, Den.lawesii, Den.leonis, Den. lindleyi (ex agregatum), Den.lineale, Den.macrophyllum, Den.nobile, Den.pseudoglomeratum”

João De Pádua Neves

Já no Brasil, a espécie mais conhecida é a Dendrobium Nobile, também conhecida por olho de boneca.

Como Cuidar De Orquídeas Dendrobium

Dendrobium_amabile

O fato de existirem várias dendrobiums aqui no Brasil é porque elas conseguiram se adaptar muito bem ao nosso clima.

Fazendo assim seu cultivo ficar mais fácil.

As orquídeas dendrobium, normalmente seguem os ciclos abaixo para seu período.

  • Floração – inverno até primavera
  • Crescimento – verão até outono (fase que a muda ou keiki aparece)
  • Dormência – final de outono até inverno (planta foca no crescimento raízes, folhas param de crescer)

Então se você quer aprender tudo sobre como cuidar da orquídea dendrobium, continue lendo.

1º Temperatura

Orquídeas-Dendrobium

Diferente das orquídeas cymbidium que preferem temperaturas menores, um clima frio para a dendrobium, pode ser prejudicial.

Dependendo da temperatura, suas folhas podem até começar a cair.

O ideal é são temperaturas intermediárias:

  1. Durante o dia de 20 a 32ºC
  2. Durante a noite de 18ºC a 24ºC.

As orquídeas dendrobium gostam de uma alta luminosidade, pois assim conseguem dar brotos e futuramente realizar uma nova floração.

Ao cultivar suas orquídeas, não confunda luminosidade com temperatura.

Luminosidade é a planta ficar em um local mais claro e não necessariamente em um local mais quente.

Guia Gratuito - Como Cuidar de Orquídeas

Receba gratuitamente o nosso guia gratuito sobre como cultivar orquídeas. E ainda ganhe um bônus especial.

Clique no botão abaixo para recebê-lo

➜ BAIXAR O GUIA

Mas o recomendado é que use a luminosidade natural para suas orquídeas, pois além de ser mais barato, também é muito mais saudável para elas.

Uma dica é que você entenda as manchas e mudanças de cores nas folhas de sua orquídea.

Basicamente, se sua orquídea estiver com uma folha mais verde-escuro que o normal, está precisando de sol.

E se estiver com a folha com um verde mais amarelado, está tomando muito sol.

Além disso, abaixo estão 3 dicas que podem te ajudar muito a conseguir a luminosidade ideal.

  1. Ela deve ser indireta
  2. Faça sua orquídea tomar sol nos horários mais fracos (até as 9h e depois das 17h)
  3. Normalmente as dendrobium precisam em média de 8 horas de luz solar por dia.

A iluminação é uma coisa essencial para sua orquídea dendrobium.

Pois se estiver faltando ou em excesso, sua orquídea não vai florescer.

2º Umidade Correta

A umidade da dendrobium é algo que provavelmente não vai gerar nenhum problema para você.

Isso porque ela gosta de uma umidade de 50% a 60% na seca e de 70 a 80% no período mais chuvoso.

O que chega a ser a média diária em várias cidades do país, mas para garantir, de tempos em tempos verifique a umidade de seu local.

Mas para garantir que você não terá nenhum problema, faça isso:

  • Em vários dias de chuva, traga a dendrobium para dentro.
  • Quando a umidade estiver baixa, deixe um pote com britas e água do lado de sua orquídea.

3º Como Regar

Como-Regar-Dendrobium

Em média, a dendrobium precisa ser regada duas vezes na semana. Mas isso pode variar muito.

Por exemplo, se ela estiver pendurada em uma árvore, você deve regá-la todos os dias com água em abundância.

OBS: para orquídeas em árvore não regue em dias de chuva.

Já caso você tenha plantado sua dendrobium em um vaso, existe um truque para verificar se é hora da rega ou não:

  1. Coloque o seu dedo a 1,5 cm abaixo do substrato
  2. Verifique se está úmido.
  3. Caso a resposta seja positiva, verifique no dia seguinte.
  4. Quando você sentir que está seco, então regue sua orquídea dendrobium.

Lembre-se que em tempos mais frios, a rega acontece com menos frequência.

Ao regar sua orquídea, evite molhar as flores ou as folhas, regue diretamente nas raízes.

Rega Por Períodos

A orquídea dendrobium é uma flor que varia muito as suas necessidades dependendo do período que ela estiver.

Por isso, abaixo eu separei como deve ser a rega em cada período de vida dessa planta.

  1. Floração: regar normalmente sua orquídea, lembrando de não adicionar fertilizantes.
  2. Crescimento: durante esse período a sua planta vai gastar as energias com novos brotos e raízes. Por isso, normalmente a rega ocorre mais frequentemente, mas antes de regar, suas raízes devem estar secas. Caso você ainda esteja em dúvida se deve ou não regar, regue no dia seguinte.
  3. Repouso: esse é o período em que os pseudobulbos de sua orquídea já estão desenvolvidos, e sua orquídea está descansando.

Nesse período, as regas em sua planta vão diminuir drasticamente.Rega-por-períodos

O recomendado é que você regue em média de 7 em 7 dias, com água em grande quantidade, para encharcar a planta.

E quando chegar no período de frio, apenas umedecer sua orquídea com um borrifador.

Isso porque, ela odeia raízes molhadas em dias de frio.

Caso você queira estimular a floração de sua dendrobium, você pode usar a diminuição de rega.

4º Substratos Para a Dendrobium

As orquídeas dendrobium, também necessitam de substratos, sendo que os mais recomendados para elas são:

  • Pedaços de carvão
  • Chips de coco
  • Casca de pinus
  • Esfagno

Agora, basta que você escolha um, ou melhor, faça uma mistura com algumas dessas opções e coloque-os em suas orquídeas.

5º Adubação Da Orquídea Dendrobium

Dendrobium_aberrans

As dendrobiums são orquídeas que necessitam de fertilizante durante quase todas as suas fases, exceto a floração.

Basicamente durante esses períodos, é necessário que se utilize um fertilizante equilibrado.

Durante a estação de crescimento, alimente muito bem sua planta, pois ela pode duplicar de tamanho se for cuidada corretamente.

É recomendado um fertilizante que contenha mais nitrogênio ou um fertilizante mais equilibrado, como o NPK 20 20 20.

Guia Gratuito - Como Cuidar de Orquídeas

Receba gratuitamente o nosso guia gratuito sobre como cultivar orquídeas. E ainda ganhe um bônus especial.

Clique no botão abaixo para recebê-lo

➜ BAIXAR O GUIA

A adubação deve ser realizada semanalmente com 1/4 da força que é recomendada na embalagem do fertilizante.

Já no final da estação de crescimento, você deve diminuir o fertilizante um pouco.

Mas continue com um fertilizante mais equilibrado, utilizando o NPK 10 10 10.

Para saber se sua planta está recebendo adubos em excesso, basta verificar se:

  • Está acontecendo uma descoloração ou suas folhas estão queimando. Normalmente isso começa pelas raízes e com o tempo vai aumentando até chegar nas folhas.
  • Acumulação de sal no solo. Se tiver sal no solo, você está adubando em excesso.
  • Orquídea com aparência mais fraca.Folha com coloração mais verde escura e planta fraca, mas saiba que isso também pode ser falta de iluminação.

Agora, quando a primavera chegar, cesse o fertilizante.

Pois já está no momento de seus novos caules começarem a aparecer.

Veja Também: Orquídeas Vanda

Mas se nas próximas 6 semanas, seus novos caules não começarem a aparecer, você deve ajudar a sua orquídea.

Então incentive a floração, utilize um fertilizante do tipo NPK 10 30 20.

OBS: lembre-se de ao menos 1 vez por mês usar água limpa para eliminar os sais acumulados pelos fertilizantes no seu vaso.

6º Onde Plantar e Qual Vaso Utilizar

Dendrobium_chrysanthum

Quanto a localização, você deve escolher muito bem o local que sua dendrobium deve ficar, pois ela não gosta de ser movida.

Ao escolher o lugar para sua orquídea, verifique se ele tem uma boa iluminação, mas não o dia inteiro.

Verifique também se é limpo, e se possui uma ventilação boa para sua planta.

Antes de realizar o replantio, é necessário saber onde será colocada a sua orquídea.

As dendrobiums conseguem se adaptar muito bem em 2 locais:

  • Vasos
  • Árvores

Caso você escolha plantá-la em um vaso, leia as instruções abaixo:

Plantio ou Replantio Em Vaso


A orquídea dendrobium prefere ficar em vasos mais apertados, assim elas conseguem fazer suas raízes se desenvolverem melhor.

Se você der muito espaço para as raízes delas, elas ficarão muito úmidas e começarão a apodrecer.

Caso não seja percebido nenhuma evolução em sua planta nos primeiros meses após o replantio, não se assuste, pois ela pode estar se adaptando ao novo vaso.

Elas levam em média de 3 a 5 meses para se acostumar a um novo vaso.

Agora caso você optou por replantar sua orquídea dendrobium em uma árvore, leia as dicas abaixo:

Plantando Em Árvore

Ao escolher a árvore para colocar sua dendrobium, escolha uma com um tronco extenso e rugoso.

Isso vai facilitar a fixação de sua orquídea nessa árvore.

Além disso, garanta que a luz do sol não venha diretamente para a planta.

A árvore deve ter galhos e flores na frente a protegendo.

7º Como Replantar

Dendrobium_angustipetalum

Normalmente, o replantio da dendrobium ocorre a cada 1 ou 2 anos.

E ele é feito por 3 motivos.

  • Precisa de mais espaço (vaso maior)
  • Multiplicação (keikis)
  • Substrato velho

Para saber se sua planta precisa de um vaso novo, basta verificar se está crescendo pela ponta do vaso.

REPLANTIO

Ou se o substrato não está retendo mais água ou está retendo em excesso.

Caso a resposta seja afirmativa, está na hora de fazer um replantio.

O replantio, deve ocorrer 2 ou 3 semanas após a floração.

Assim não vai atrapalhar o florescimento e será mais seguro para ela.

Pois uma troca durante o florescimento, pode matar sua orquídea dendrobium.

A maneira mais utilizada para se reproduzir as orquídeas dendrobium são:

  1. Divisão da planta
  2. Divisão de touceiras.

Além disso, ela também pode ser replantada utilizando os pequenos brotos que aparecem em seus pseudobulbos.

Mas para utilizar esses brotos, você deve esperar que eles desenvolvam raízes.

Caso contrário, eles não conseguirão se desenvolver corretamente no novo vaso.

Para aprender como reproduzir e/ou replantar a sua orquídea dendrobium, veja os vídeos abaixo:

8º Como Podar

Agora que sua planta já floriu, você deve ter alguns cuidados para que ela possa realizar outra floração linda no ano que vem.

Por isso, quando as flores murcharem ou amarelarem, corte a espiga, mas mantenha o caule.

Espiga da flor começa na ponta do caule, imediatamente acima do conjunto superior de folhas. Wikihow

Veja também o artigo orquídeas raras para aprender mais sobre orquídeas.

Algumas Espécies de Dendrobium

Abaixo eu separei algumas das principais espécies de orquídeas dendrobium.

  • Dendrobium nobile
  • Dendrobium anosmun
  • Dendrobium agregatum
  • Dendrobium lindleyi
  • Dendrobium thyrsiflorum
  • Dendrobium bigibbum
  • Dendrobium kingianum
  • Dendrobium densiflorum

E para aprender mais características sobre essas espécies, continue lendo.

Mas antes, que tal baixar o nosso guia gratuito Os 7 Maiores Segredos Do Cultivo de Orquídeas? Clique em baixar agora.

O-guia-das-orquídeas
  1. Dendrobium kingianum: esta é uma planta nativa principalmente do leste da Austrália, normalmente é rupícola e gera flores entre o inverno e a primavera. Essa é uma das dendrobiums mais conhecidas entre os cultivadores. Quanto as suas flores, elas variam entre 7 a 15 centímentros e aparecem em média de 2 a 15 flores por floração.
  2. Dendrobium nobile: possivelmente a dendrobium mais famosa, é uma planta epífita com folhas curtas e flexíveis, normalmente elas são encontradas em florestas com altitudes médias de 200 metros, especialmente no continente asiático. A grande diferença dessa orquídea para as outras é que ela possui flores muito grandes, belas e em alguns casos perfumados.
  3. Dendrobium anosmum: esta é uma orquídea epífita nativa de países da Ásia como Laos, Filipinas, Indonésia, entre outros. Uma curiosidade sobre essa planta é que ela tem uma fragrância muito agradável e caso você a deixe muito tempo em luz solar indireta e depois em escuridão total, esse cheiro vai ficar bem mais forte. Normalmente suas flores são rosas e aparecem entre a primavera e o verão. Outra curiosidade é que existe um tipo dessa espécie com flores brancas, a dendrobium anosmum albina.
  4. Dendrobium fimbriatum: esta orquídea também vive em árvores e pode chegar até 1,5 metros. Quanto ao nome fimbriatum, significa com franjas, apelido que essa orquídea ganhou devido ao seu labelo. É uma orquídea que gosta muito de temperaturas altas, sendo que seu habitat natural são florestas mais altas, que variam entre 700 e 2500 metros acima do mar. Quanto as suas flores são amareladas e aparecem de 10 a 15 em cada cacho.
  5. Dendrobium chrysotoxum: essa espécie é nativa da China, Índia, Tailândia e outros países da Ásia, normalmente vive em locais com temperaturas um pouco mais altas. Suas floração ocorre normalmente no final do inverno e em média com 20 flores amarelas. Para cuidar delas, você vai precisar fornecer muita água, iluminação e uma adubação com NPK 20 20 20 uma vez por semana durante o seu crescimento.
  6. Dendrobium victoriae-regina: essa é a dendrobium azul, uma dendrobium epífita natural das Filipinas que é famosa por ter suas flores em um tom muito próximo do azul. Ela foi descoberta em 1897 e é uma orquídea epífita. Para cultivá-la, você tem que fornecer uma boa umidade e também muita sombra para essa orquídea.

Técnicas Avançadas

A partir de agora, você vai aprender algumas técnicas mais avançadas para se cuidar de orquídea dendrobium.

Com essas técnicas você vai conseguir:

  1. Aumentar a floração de sua orquídea
  2. Gerar mudas mais facilmente
  3. Fazer sua orquídea florescer mais de uma vez ao ano

Por isso continue lendo para aprender essas técnicas que a maioria dos profissionais conhecem.

Como Fazer a Diminuição De Rega

A diminuição de rega, é um truque muito famoso especialmente para a dendrobium.

E se você quer aprender como cultivar essas orquídeas, esta técnica é algo quase que obrigatório.

Com ela, somos capazes de se conseguir uma floração melhor e mais bonita.

Rega-1

O que você vai fazer é enganar a sua orquídea, alguns meses antes da floração utilizando a escassez de água.

Nós vamos fazer a dendrobium acreditar que vai morrer.

Isso porque quando a orquídea dendrobium acredita que vai morrer, concentra suas energias em suas flores.

Dessa maneira ela busca perpetuar sua espécie.

Para entender melhor, veja o infográfico abaixo:

Diminuição-De-Rega

Os primeiros passos ocorrem logo após que as folhas de sua orquídea caírem.

Durante esse período, a rega vai ocorrer normalmente.

Maio:

Vamos começar a diminuir a quantidade de água que a dendrobium vai receber.

  1. Para as plantas que estão em árvores, a rega será feita dia sim, dia não, sendo intercalado entre rega normal e uma borrifada leve.
  2. E para as plantas em vaso, você vai esperar a planta secar.

Depois disso, borrife-a para molhá-la superficialmente e após dois dias regue-a normalmente.

Junho:

Agora a sua orquídea terá uma quantidade mínima de água.

  1. Para plantas nas árvores, borrifar um pouco de água dia sim, dia não. É importante que a rega só ocorra dessa maneira.
  2. E para plantas em vasos, borrifar levemente, esperar a planta secar e deixá-la seca por 2 dias.

Após isso, borrifar novamente.

Julho e Setembro

  1. Para os dois casos, borrife levemente a água 1 vez a cada 7 dias.

É muito importante não perder nenhum dia de rega.

Se entre junho e julho começarem a aparecer bolinhas nos pseudo bulbos de sua dendrobium, a diminuição de rega está sendo um sucesso.

Geração De Mudas

Orquídea-Dendrobium

Para fazer isso, vamos nos aproveitar de um fator que muitas vezes atrapalha o florescimento.

Esse fator é a falta de iluminação.

Caso você prefira reproduzir a sua planta em vez de que ela dê várias flores esse ano

Coloque-a em um local com mais sombra, mas cuidado para não exagerar.

Assim suas chances de se produzir uma muda da dendrobium serão muito maiores.

Essa técnica também funciona com as orquídeas phalaenopsis.

Forçar Florescimento

Flores-Dendrobium

Agora caso você queira uma linda floração, siga as dicas de iluminação que já foram ensinadas acima.

As flores da dendrobium tem uma duração de cerca de 30 dias, sendo que isso varia dependendo da:

  • Espécie
  • Região
  • Temperatura

Sendo que algumas espécies de dendrobium conseguem produzir até 100 flores.

Algo muito curioso, é a grande quantidade de cores que a flor dessa orquídea pode chegar.

Alguns exemplos são:

  • Amarelo, vermelho, azul,
  • violeta, branco, lavanda,
  • verde, laranja e rosa.

Conclusão – Orquídeas Dendrobium

Espero que com todas essas dicas, você consiga cuidar facilmente de suas orquídeas dendrobium.

O cultivo de orquídeas não é algo muito difícil.

Você só deve saber alguns fatores que vão ajudar a sua planta a evoluir e ser saudável.

Agora é sua vez de ajudar o site, compartilhe esse artigo com seus amigos clicando nos ícones logo abaixo.



Artigos Relacionados: