Orquídeas Doritis – Sua História, Curiosidades e Cultivo

Você já ouviu falar sobre o gênero Doritis? Sabe como cultivá-lo?

Com poucas espécies, esse gênero ficou muito famoso graças a sua capacidade de hibridização junto com as Phalaenopsis.

Graças as orquídeas Doritis foram feitos vários híbridos lindos, conhecidos como Doritaenopsis.

Neste artigo você vai aprender tudo sobre essas plantinhas.

Um Aviso Importante

Orquídea-Phalaenopsis-pulcherima

Antigamente Doritis era um gênero de orquídeas muito parecido com as Phalaenopsis, sendo sua única diferença uma pequena característica nas folhas.

Mas, no dia 01 de abril de 2014 tudo isso mudou.

Com a publicação do Genera Orchidacearum Volume 6, essa espécie parou de existir e todas as orquídeas foram para o gênero Phalaenopsis.

Por isso, é importante que você saiba que:

Este artigo é uma “homenagem” a esse gênero e todas as vezes que for citado o nome Doritis para uma espécie, saiba que o correto seria Phalaenopsis.

Curiosidades Sobre as Orquídeas Doritis

O nome Doritis vem do grego e significa lança, nome que foi dado graças as características do lábio dessa orquídea.

Elas podem ser:

  1. Epífitas (vivem em cima de árvores)
  2. Terrestres (vivem no material orgânico)

Sendo que a grande maioria das espécies desse gênero podem ser consideradas terrestres.

Quanto ao seu tamanho, elas são orquídeas de pequeno a médio porte, tendo em média de 10cm a 30cm.

Uma curiosidade é que a orquídea mais cultivada deste gênero é a Doritis pulcherrima, atualmente conhecida como Phalaenopsis pulcherrima

Habitat e Híbridos

Em relação ao seu habitat, as Doritis também são muito parecidas com as Phalaenopsis.

Sendo em sua grande maioria orquídeas terrestres, elas podem ser encontradas no sudeste da Ásia, especialmente perto de rios e em solos mais arenosos, onde são protegidas do sol por árvores.

Podemos encontrá-las especialmente nos seguintes países:

  1. Vietnã
  2. Malásia
  3. Índia
  4. Tailândia
  5. Sri Lanka
  6. Nepal

Quanto a hibridização, as Doritis são muito utilizadas para gerarem orquídeas de grande beleza.

Esses são alguns dos híbridos que utilizam essa espécie.

  1. Hagerara : Doritis x Phalaenopsis x Vanda
  2. Doritaenopsis : Doritis x Phalaenopsis
  3. Aeriditis : Aerides x Doritis
  4. Doricentrum : Ascocentrum x Doritis

Flores

Flor-orquídea-doritis

Este é um gênero que normalmente floresce durante o verão.

Quantos as cores, elas podem variar segundo a espécie, enquanto algumas possuem flores azuis, outras podem ter flores alaranjadas, rosas, etc.

Outras características importantes sobre suas flores são:

  • Tamanho médio de 5cm
  • Duração das flores de 15 a 20 dias
  • Não possui cheiro

Já quanto aos seus híbridos, eles podem possuir várias características diferentes em suas florações.

Cultivo

Doritis-pulcherima

Esta é considerada uma orquídea de fácil cultivo, por isso, pode ser indicada para iniciantes.

Abaixo estão os principais cuidados que você deve ter com as orquídeas deste gênero.

  1. Plantio: pode ser plantada em vasos de plástico ou barro e caso sua espécie seja epífita, ela também pode ser pendurada em cachepôs.
  2. Iluminação: garanta uma boa quantidade de luz, mas evite que ela tome sol direto. Veja o artigo manchas nas folhas das orquídeas para aprender melhor sobre iluminação.
  3. Clima: gosta de temperaturas mais quentes. Em média 18°C a noite e entre 29°C a 33°C durante o dia (fonte AOS).
  4. Substrato: alguns dos substratos mais recomendados são: sphagnum, casca de pinus e carvão.
  5. Rega: regue sua orquídea quando o substrato estiver quase seco, você pode fazer isso verificando o substrato com um lapis, como ensinado no artigo como cuidar de orquídeas.
  6. Umidade: em média 50% de umidade é o ideal.
  7. Pragas e Doenças: as Doritis são atacadas principalmente por doenças de fungos, como Podridão Negra e Ferrugem, por isso, caso você perceba alguma parte de sua orquídea doente, corte-a e a deixe separada das demais. Para aprender a evitar, identificar e combater pragas e doenças, clique aqui.

As dicas acima também se aplicam a Phalaenopsis pulcherrima

Conclusão e Dicas de Estudo

Durante a minha pesquisa, eu encontrei vários locais com ótimas informações para que você possa aprender mais sobre essas orquídeas.

Por isso, se você quiser aprofundar o seu estudo neste gênero de orquídeas que não existe mais, abaixo estão 2 links interessantes:

Agora é a sua vez.

Você gostou deste artigo? Então o compartilhe em suas redes sociais e, deixe um comentário logo abaixo falando como está o seu cultivo.

8 Comentários

  1. Lucas josé Tiepermann 21 de junho de 2020
  2. Claudia 13 de maio de 2020
  3. Robert 13 de maio de 2020
  4. Grama Esmeralda 7 de maio de 2020
  5. Sueli Dias Neves 30 de abril de 2020
  6. Dolores 1 de fevereiro de 2020
  7. Maísa 31 de janeiro de 2020
  8. Thiago Ferreira 31 de janeiro de 2020

Deixe Seu Comentário 👇

[x] Descubra Como Ter Orquídeas Lindas e Saudáveis em Menos de 1 Mês   ➜ QUERO APRENDER