Como Cuidar de Cactos e Mini Cactos (7 Passos Comprovados)

Os cactos estão cada vez mais populares.

Ao contrário de outras plantas, eles possuem uma ótima adaptação a diversos ambientes.

Por isso, se você quer aprender como cuidar de cactos ou mini cactos e está em um local:

  1. Quente
  2. Com umidade baixa ou média

Saiba que o cultivo será bem simples, pois esse é o clima ideal para essas plantas.

Continue lendo este artigo para aprender mais sobre o cultivo de cactos.

Uma dica: no manual completo, você descobre o passo a passo para ter os cactos mais belos que você já viu. Clique aqui para acessá-lo.

Como Cuidar De Cactos e Mini Cactos

Como-cuidar-de-cactos-e-mini-cactos

Para cuidar bem de seus cactos ou de seus mini cactos, você precisa seguir os passos abaixo:

  1. Coloque ele em um vaso com boa drenagem
  2. Escolha um substrato que não retenha muita água
  3. Faça uma adubação básica com mais fósforo e potássio
  4. Garanta que seu cacto esteja em um local quente e com muita iluminação direta
  5. Regue o cacto apenas quando o substrato secar, em média de 15 em 15 dias ou mensalmente
  6. Realize o replantio quando necessário a troca de vaso
  7. Evite pragas e doenças com o cuidado necessário

Essas são plantas extremamente resistentes, mas que não gostam de frio, por isso, se você vive na região sul do Brasil, talvez não seja uma boa ideia cultivá-los.

Lembre-se que mini cactos são apenas cactos em um tamanho menor, por isso, o cultivo será igual, mas tudo será em uma quantidade menor.

Abaixo você vai aprender detalhadamente os cuidados que essa planta necessita.

1. Onde Plantar

Onde-plantar-cactos

Os cactos e mini-cactos são muito resistentes, por isso, você pode plantá-los em praticamente qualquer lugar.

Mas lembre-se, eles crescem a medida que suas raízes possuem espaço.

Assim, um cacto em vaso pequeno não vai crescer muito, já um cacto em vaso grande, poderá chegar a vários metros dependendo da espécie.

Eles podem ser plantados nos seguintes locais:

  • Vasos de plástico, barro, vidro
  • Xícaras, copos
  • Terra

Além disso, evite plantá-los perto de rios ou deixá-los no banheiro, porque nesses locais a umidade é muito grande.

Lembre-se que o vaso ou local escolhido deve ter uma ótima drenagem, além de um bom solo.

Quer ter cactos tão saudáveis e bonitos que até seus amigos vão te elogiar? Então clique aqui e acesse o manual completo.

2. Solo

Solo-para-cactos

O solo para cactos deve ter uma ótima drenagem e não pode se compactar muito, pois isso pode atrapalhar o crescimento da planta.

Por isso, o solo ideal para sua planta é uma mistura entre:

  1. Areia grossa (escolha um tipo que evite a compactação em excesso do solo)
  2. Folhas trituradas
  3. Cascalhos misturados com terra

Outras opções que você pode utilizar em seu cacto são terra virgem e calcário, sendo que o calcário vai ajudar a controlar a acidez e na obtenção de nutrientes para sua planta.

Quando se é escolhido um bom solo para seus cactos, a necessidade de adubação diminui muito, pois o próprio solo já vai fornecer nutrientes para sua planta.

Agora que você já viu os substratos que pode utilizar, veja os que deve evitar:

  1. Pedriscos brancos: deixam o cacto bonito, mas vão matando ele lentamente
  2. Substratos ricos em argila: vão reter muita água, o que é prejudicial para os cactos.

Veja no vídeo abaixo outras opções de solo para seus cactos e suculentas.

3. Adubo

Os cactos e suculentas também necessitam de adubação, mas ela é menos frequente, pois eles possuem uma grande capacidade de retenção de nutrientes.

Os adubos utilizados podem ser:

  1. Orgânicos
  2. Químicos

E, lembre-se sempre de tomar muito cuidado com o excesso, pois ele pode prejudicar sua planta.

Curiosidade: Normalmente o adubo é utilizado apenas para melhorar o crescimento do cacto.

Adubação Orgânica

Cacto-desenho

Como o nome já diz, a adubação orgânica é feita com produtos naturais, vindos da natureza.

Alguns adubos muito utilizados são:

  • Folhas
  • Restos de alimentos vegetais
  • Estercos (gados ou aves)
  • Madeira

Basicamente eles vão se decompor no solo de seu cacto e, aos poucos vão oferecendo nutrientes para sua planta.

Ao escolher seu adubo orgânico, compre aqueles que já passaram pelo processo de compostagem.

Adubação Química

A adubação química é feita com adubos produzidos em fábricas, normalmente ela é mais eficiente, mas também precisa de um cuidado maior.

No caso de cactos, eles precisam especialmente de dois nutrientes:

  1. Fósforo
  2. Potássio

Por isso, dois ótimos adubos químicos para eles são o NPK 04-14-08 e o NPK 08-09-09.

No período mais quente do ano, aplique 1 vez por mês, com uma quantidade menor do que a recomendada pelo fabricante.

A aplicação deve ser realizada:

  1. Em dias nublados (de preferência)
  2. Na terra (não adube pelas folhas)

Durante os meses mais frios, suspenda a adubação.

4. Luz e Temperatura

Cacto-ambiente-natural

Provavelmente esses são os dois fatores mais simples na hora de se cultivar cactos.

Os cactos são plantas que vivem em áreas extremas, normalmente desertos muito quentes, recebendo luz solar intensa.

Por isso, o cultivo em áreas frias é difícil.

Para fornecer uma boa iluminação e temperatura para seu cacto, siga os passos abaixo:

  1. Forneça luz solar direta
  2. Evite deixá-los expostos a temperaturas muito frias
  3. Caso seu cacto cresça em excesso, ficando torto ou muito fino, isto pode ser falta de luz.

Esse é um fator muito simples na hora de cultivar essas plantas, mas lembre-se que existem diversas espécies diferentes.

Por isso, a quantidade de luz e temperatura podem variar um pouco.

Existem cactos que naturalmente são tortos, por isso, antes de concluir que ele está precisando de sol, garanta que a espécie não seja naturalmente torta.

5. Rega

Regar-cactos

Os cactos sempre viveram em condições extremas, por isso, com o passar dos anos eles tiveram que se adaptar.

Para evitar a desidratação e se protegerem, suas folhas se tornaram espinhos.

“Espinhos de cactos são folhas modificadas e estão relacionados a diversos outros fatores além da proteção, como adaptações para os ambientes secos nos quais eles vivem.” Evolução das espécies – Me Salva

Hoje, os cactos possuem uma grande capacidade de armazenamento e retenção de água, por isso, não é necessário exagerar na rega.

O recomendado é que você regue sempre que o solo estiver seco.

Para verificar isso, siga os passos abaixo:

  1. Pegue um palito de madeira
  2. Coloque-o na terra
  3. Caso ele volte seco, já está na hora de regar

A rega não deve ser em excesso e, você vai molhar o seu cacto ou mini cacto apenas pelo solo, nunca a planta inteira.

Normalmente a rega em períodos mais quentes ocorre a cada 15 dias e, em períodos mais frios a cada 30 dias.

Já pensou em ter cactos floridos todos os anos? Clique aqui e aprenda como.

6. Replantio

Replantio-de-cactos-ilustração

O replantio de cactos ocorre normalmente a cada 2 ou 4 anos, para realizá-lo siga os passos abaixo:

  1. Separe os materiais necessários (novo vaso, luva grossa para manutenção, substratos novos, algo pontiagudo para retirar a terra do vaso antigo)
  2. Retire o cacto do vaso antigo, com cuidado para que a terra não desmanche durante esse processo
  3. Limpe as raízes do cacto, retirando os pedaços de terra
  4. Coloque os substratos no vaso novo
  5. Encaixe o cacto no meio do vaso, em uma altura ideal (raízes em baixo do substrato e, a parte verde em cima)

Pronto, você acabou de replantar o seu cacto, agora espere algumas semanas para que ele se adapte.

Durante esse período, não regue sua planta.

De preferência utilize vasos maiores que os anteriores e, saiba que cactos não precisam ser podados.

7. Pragas, Doenças e Outros Problemas

Apesar de serem muito resistentes, os cactos assim como outras plantas, também são suscetíveis a pragas e doenças.

Por isso, abaixo estão algumas dicas que vão te ajudar a evitar esses problemas.

  1. Nunca arranque os espinhos, pois isso diminui a vida dos cactos
  2. Pragas normalmente aparecem quando o cultivo está errado, especialmente adubação, iluminação e rega.
  3. Utilize o óleo de neem para evitar a grande maioria dos problemas
  4. Caso seu cacto fique com a base melada, corte a parte afetada e espere algumas semanas para cicatrizar.

Lembre-se, existem vários problemas que podem atacar suas plantas, mas praticamente todos são evitáveis caso você cuide direito de seus cactos.

Espécies de Cactos

Espécies-de-cactos

Dentre as milhares de espécies de cactos, as citadas abaixo são algumas das mais famosas.

  • Cacto ouriço (Echinopsis werdermannii)
  • Cacto barba de velho (Cephalocereus senilis)
  • Mil cores (Sulcorebutia rauschii)
  • Capuz de monge (Astrophytum ornatum)
  • Cacto língua do diabo (Opuntia ficus-indica)
  • Flor de maio (Schlumbergera truncata)

Cacto Ouriço (Echinopsis Werdermannii)

Cacto-ouriço-Echinopsis-werdermannii

Popularmente conhecido como cacto ouriço, esta espécie é uma das mais famosas entre os cactos.

Sendo muito parecido com um ouriço, o werdermannii é nativo do Paraguai, sendo uma planta de fácil cultivo.

Os cuidados necessários para tê-lo em seu jardim são:

  1. Temperaturas maiores que 10°C
  2. Sol direto (com um pouco de sombra durante o dia)
  3. Rega quando o substrato secar

Esse é um cacto que pode atingir até 20cm de altura e pode florescer.

Sua florações ocorre normalmente no começo do verão, sendo que suas flores no início são rosa claro e, com o passar do tempo se tornam mais vermelhas.

Cacto Barba de Velho (Cephalocereus senilis)

Cacto-barba-de-velho-Cephalocereus-senilis

Mais um cacto nativo da América, mas no caso do barba de velho, ele é encontrado naturalmente no México (especificamente ao leste de Hidalgo).

Ele cresce reto, tendo alguns ramos apenas em sua base, podendo chegar até 15 metros.

Apesar de ser facilmente encontrado em seu habitat natural, esta espécie vem sendo cada vez mais rara na natureza.

Suas principais características são:

  1. Tem pelos brancos que na verdade são espinhos, eles servem contra a geada e o calor (esses pelos escondem alguns espinhos bem afiados, por isso, cuidado)
  2. Flores noturnas, com cores variando entre branco, rosa, vermelho e outras cores.
  3. Floresce apenas após os 10 ou 20 anos de idade.

Este é um cacto muito famoso e uma ótima opção de decoração para sua casa.

Mil Cores (Sulcorebutia rauschii)

Mil-cores-Sulcorebutia-rauschii

Com um nome popular que chama a atenção, os cactos mil cores são uma ótima opção de cultivo.

Esse é um cacto de porte pequeno que quase sempre é encontrado em grupos.

Além disso, é capaz de produzir flores que chegam até 50mm de comprimento.

Cacto Capuz de Monge (Astrophytum ornatum)

Cacto-Capuz-de-Monge-Astrophytum-ornatum

Encontrado principalmente no México, este é um cacto que pode chegar até 2 metros de altura.

O seu cultivo é realizado diretamente no sol e, pode gerar flores.

Tem um grande destaque por sua coloração que junto com as pintas brancas gera um grande destaque a esta planta.

Além disso, sua forma incomum chama a atenção.

Cacto Língua do Diabo (Opuntia Ficus-Indica)

Cacto-Língua-do-Diabo-Opuntia-Ficus-Indica

Também conhecido como figueira da ìndia ou figo do diabo, este é um cacto que produz frutos comestíveis.

Ela é nativa da América, mas é muito popular especialmente em Portugal.

Além de serem comestíveis, seus frutos possuem várias vitaminas e possuem um gosto parecido com o melão.

Para saber mais sobre este cacto, veja este artigo https://asenhoradomonte.com/2018/04/07/fbeneficios-do-figo-do-diabo/

Flor de Maio (Schlumbergera truncata)

Flor-de-Maio-Schlumbergera-truncata

Este é um cacto discreto a maior parte do ano, passando despercebido por não ter quase nenhum chamativo.

Mas quando chega maio (ou outros meses perto de maio), ela gera flores incríveis.

Este é um cacto que não tem espinhos e, assim como várias orquídeas, é epífito (vive em cima de árvores)

Sendo um cacto originário do Brasil, a flor de maio produz flores que podem variar do branco até o vermelho.

Cactos Raros

Cactos-rarosAlém das espécies comuns citadas acima, também existem algumas espécies de cactos que são consideradas raras.

Elas dificilmente serão encontradas para se comprar.

Abaixo estão alguns dos cactos mais raros do mundo:

  1. Opuntia subulata: cacto grande, podendo chegar até 4 metros de altura, suas flores são grandes e vermelhas, mas não ocorrem frequentemente.
  2. Opuntia cylindrica cristata: cacto verde escuro que cresce cheio de curvas.
  3. Melocactus matanzanus: cacto com flores vermelho escuras lindas.
  4. Gymnocalycium mihanovichii: gosta muito de sol, mas precisa de sombra em dias muito quentes, é um cacto que produz pouca clorofila e que tem belas cores.
  5. Echinocereus rigidissimus rubrispinus: muito sensível ao excesso de água, ele produz flores com um tom de rosa forte.
  6. Lobivia famatimensis cristata: conhecido por suas flores, este é um mini cacto muito resistente
  7. Myrtillocactus geometrizans cristata: muito raro, possui cores exuberantes e uma forma incrivelmente curiosa.
  8. Echinopsis cv: sendo um dos cactos mais procurados, este é um cacto fácil de cultivar que adora tomar sol.
  9. Espostoa: conhecido como velha senhora peruana, é de grande porte, podendo chegar até 7 metros de altura, produz flores, mas não floresce com frequência.

Estes são alguns dos cactos mais raros do mundo.

Descubra como ter cactos incríveis e saudáveis todos os dias clicando aqui.

Tudo Sobre Cactos

Agora que você já aprendeu sobre como cuidar de cactos e também quais são suas principais espécies, que tal conhecer um pouco mais sobre esta planta.

Nesta parte, você vai descobrir algumas características e curiosidades sobre os cactos.

Características

Características-dos-cactos

Os cactos são plantas nativas de regiões desérticas, por isso, estão acostumados com climas extremos.

Ao longo dos anos foram se adaptando para se tornarem cada vez mais resistentes e, devido a sua facilidade de cultivo e sua beleza, eles atraíram vários fãs.

Hoje o cultivo de cactos é algo comum e muito admirado.

Sendo encontrados principalmente na América, é quase impossível não reconhecer um cacto.

Os cactos são plantas suculentas. Isso significa que têm tecidos grossos, com capacidade para captar e reter grandes volumes de água. Britannica

Todos os cactos são suculentas, mas nem todas as suculentas são cactos

Curiosidades

Veja abaixo algumas curiosidades sobre essas plantas da família Cactaceae.

  1. Segundo o the plant list existem 690 espécies de cactos.
  2. O nome vem de Káktos(grego), que significa “planta espinhuda”
  3. O cacto mais alto já registrato é o Pachycereyus pringlei que atingiu 19,20 metros
  4. O menor mini-cacto é o Blossfeldia liliputiana que atinge quando adulto 11mm
  5. O nome cacto foi dado em 1753
  6. Os frutos de algumas espécies são comestíveis
  7. Eles são cultivados no mundo inteiro, especialmente em regiões mais secas
  8. Eles podem ser encontrados a venda em supermercados, exposições, floriculturas, etc. Normalmente são muito baratos.

Cactos Coloridos

Cactos-coloridos

Realmente existem cactos coloridos e, eles não são coloridos artificialmente.

Segundo alguns locais, estes cactos coloridos nasceram no Japão por acidente, mas devido a beleza dele, os cientistas começaram a reproduzir o “erro” que gerou o primeiro exemplar.

Graças ao enxerto, eles começaram a ser cada vez mais cultivados e, com o passar dos anos, estes exemplares coloridos começaram a ser cada vez mais conhecidos pelo público.

Hoje 3 espécies são as responsáveis pela a grande maioria dos cactos coloridos:

  1. Gymnocalycium mihanovichii
  2. Echinopsis chamaecereus
  3. Chamaecereus silvestrii

Sendo que eles podem ser de várias cores, como vermelho, rosa, laranja, entre outros.

Curiosidade: os cactos coloridos são encontrados em vários locais para serem comprados, mas eles possuem um cultivo um pouco mais complicado que os demais e uma vida mais curta.

Basicamente eles precisam de pouca água e, um pouco mais de sombra que os cactos normais.

Cactos Floridos

Não são todas as espécies de cactos e mini-cactos que podem florescer, mas aquelas que florescem não nos deixam descepcionados.

Veja no vídeo abaixo alguns cactos com belas florações.

Lembre-se que eles só vão gerar flores caso você consiga cultivá-los da maneira correta.

Algumas plantas compradas vem com uma flor espetada nelas que apesar de serem bonitas, atrapalham o crescimento de seu cacto.

Por isso, retire-as e deixe sua planta se cicatrizar.

Conclusão – Cultivo de Cactos e Mini Cactos

Cactos-flores

A partir de agora, você já tem todas as informações necessárias para cultivar bem os seus cactos.

Mas caso você queira aprender ainda mais sobre o cultivo dessas plantas, acesse o nosso manual completo.

Nele você vai aprender o passo a passo para cultivar seus cactos de maneira simples e eficiente, além de descobrir como combater e evitar pragas e doenças.

Clique aqui e saiba mais sobre o manual completo.

Agora é sua vez.

Comente abaixo, como está indo o seu cultivo com os cactos e, também deixe uma dica que não falamos aqui no artigo.

Estou esperando a sua opinião 😀

Um comentário

  1. Thiago Ferreira 8 de julho de 2019

Compartilhe sua opinião:

Descubra Como Ter Orquídeas Lindas e Saudáveis em Menos de 1 Mês   ➜ QUERO APRENDER
+ +
Descubra Como Ter Samambaias Sensacionais em Menos de 1 Mês
Veja exatamente o passo a passo para se ter samambaias lindas em sua casa ou jardim (mesmo que você nunca cultivou antes)
Clique no botão abaixo para saber mais.
Vagas Limitadas!
Descubra Como Ter Samambaias Sensacionais em Menos de 1 Mês
Veja exatamente o passo a passo para se ter samambaias lindas em sua casa ou jardim. (Mesmo que você nunca cultivou antes)
Clique no botão abaixo para saber mais.
Vagas limitadas!
Descubra Como Ter Orquídeas Magníficas em Menos de 1 Mês
Acesse agora o nosso guia exclusivo e aprenda as melhores técnicas para que você consiga ter orquídeas lindas, saudáveis e com várias flores em pouquíssimo tempo.
Digite seu e-mail abaixo para acessar o guia.
Descubra Como Ter Orquídeas Magníficas em Menos de 1 Mês
Acesse agora o nosso guia exclusivo e aprenda as melhores técnicas para que você consiga ter orquídeas lindas, saudáveis e com várias flores em pouquíssimo tempo.
Digite seu e-mail abaixo para acessar o guia.
Descubra Como Ter Orquídeas Magníficas em Menos de 1 Mês
Acesse agora o nosso guia exclusivo e aprenda as melhores técnicas para que você consiga ter orquídeas lindas, saudáveis e com várias flores em pouquíssimo tempo.
Digite seu e-mail abaixo para acessar o guia.
Vagas Limitadas!
Descubra Como Ter Orquídeas Magníficas em Menos de 1 Mês
Acesse agora o nosso guia exclusivo e aprenda as melhores técnicas para que você consiga ter orquídeas lindas, saudáveis e com várias flores em pouquíssimo tempo.
Digite seu e-mail abaixo para acessar o guia.
Descubra Como Ter Orquídeas Magníficas em Menos de 1 Mês
Acesse agora nosso Guia Exclusivo e aprenda as técnicas que profissionais utilizam para ter orquídeas lindas, saudáveis e floridas todos os anos.
Digite seu e-mail abaixo para acessar o guia.
Descubra Como Ter Orquídeas Lindas, Saudáveis e Floridas Todos os Anos
Acesse agora nosso guia exclusivo e aprenda as técnicas que profissionais utilizam para ter lindas florações todos os anos.
Digite seu e-mail abaixo para acessar o guia.
Descubra Como Ter Cactos Sensacionais em Menos de 1 Mês
Veja exatamente o passo a passo para se ter cactos lindos em sua casa ou jardim. (Mesmo que você nunca cultivou antes)
Clique no botão abaixo para saber mais.
Vagas limitadas!
Descubra Como Ter Cactos Sensacionais em Menos de 1 Mês
Veja exatamente o passo a passo para se ter cactos lindos em sua casa ou jardim (mesmo que você nunca cultivou antes)
Clique no botão abaixo para aprender.
Vagas Limitadas!