Orquídeas Litófitas, Humícolas e Saprófitas – Classificação Das Orquídeas Segundo o Habitat

As orquídeas podem ser classificadas de várias maneiras.

Ao se usar como base as suas características físicas em comum elas são classificadas em gêneros.

Ao se usar a maneira como crescem para se classificar, temos as orquídeas com crescimento monopodial e aquelas com crescimento simpodial.

E quando se classifica as orquídeas com base em onde elas nascem, chegamos as seguintes classificações.

  • Epífitas
  • Terrestres
  • Litófitas
  • Humícolas
  • Saprófitas

Como aqui no site já foram explicadas as orquídeas terrestres e epífitas nesse artigo, vamos nos focar nas orquídeas litófitas, humícolas e saprófitas.

Orquídeas Litófitas

Orquídeas-Litófitas
As orquídeas litófitas também podem ser chamadas por vários outros nomes como rupícolas, rupestres e até mesmo saxícolas.

Elas basicamente são orquídeas que nascem sobre rochas.

Na verdade, elas nascem sobre algumas rachaduras nessas rochas que acumulam matéria orgânica.

Como muitas vezes esses locais são muito limitados de alimentos para essas orquídeas, normalmente elas são pequenas.

Elas são mais resistentes ao sol, mas para sobreviver, escondem suas raízes na matéria orgânica para que não as queimem.

Além disso, elas naturalmente perdem pouca água, garantindo assim uma melhor sobrevivência.

Basicamente para que elas existam, é necessário que um fungo se instale na rocha primeiro.

Dessa maneira a orquídea vai se instalar nesse fungo e conseguir sobreviver.

Resumindo: orquídea litófita é aquela que vive sobre um fungo que se instala em rochas, ou seja, vive sobre rochas.

[Grátis] E-book Os 7 Maiores Segredos Do Cultivo De Orquídeas

Orquídeas Humícolas

Orquídeas-Humícolas

As orquídeas humícolas são muito parecidas com as saprófitas.

E por serem quase idênticas, essas orquídeas causam uma grande confusão entre os orquidófilos.

Mas basicamente, as orquídeas humícolas se nutrem a partir de matéria orgânica em decomposição, clorofila e realizam fotossíntese.

Elas não são muito comuns entre as orquídeas.

Um bom resumo para esse tipo de orquídea é esse:

Humícola é um termo botânico que qualifica as plantas que vivem sobre matéria orgânica vegetal em decomposição. WIKIPÉDIA

Orquídeas Saprófitas

Orquídeas-Saprófitas

O mais correto nesse caso seria orquídea saprófita.

Isso porque atualmente uma orquídea é considerada saprófita e o nome dela é Rhizanthella gardneri.

Ela é nativa da Austrália e é considerada uma das orquídeas mais raras do mundo.

Basicamente a orquídea saprófita também se alimenta de materiais orgânicos em decomposição, não possui clorofila e nem faz fotossíntese.

Para saber mais sobre saprotrofia, acesse esse artigo.

Conclusão

Essas 3 classificações mostradas no artigo normalmente não são muito cultivadas.

Mas é sempre interessante aprender mais sobre as orquídeas.

Se você acessou esse artigo, provavelmente gosta muito de orquídeas e por isso eu acredito que você deve dar uma olhada no curso sobre como cuidar de orquídeas.

Nele você vai aprender tudo sobre as orquídeas, desde informações básicas até dicas que apenas profissionais conhecem.

Apenas se você estiver interessado em aprender os maiores segredos do cultivo das orquídeas, veja o vídeo abaixo:

Orquideas

1 Comentário

  1. Direitos Autorais Das Imagens:
    Orquídeas Litófitas: http://carnivorousockhom.blogspot.com.br/2011/10/lithophytic-orchid.html
    Orquídeas humícolas: By pabloendemico (Chloraea nudilabia Poepp.Uploaded by pixeltoo) [CC BY 2.0 (https://creativecommons.org/licenses/by/2.0)], via Wikimedia Commons
    Orquídeas saprófitas: By Jean and Fred Hort (Flickr: Underground Orchid) [CC BY-SA 2.0 (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0)], via Wikimedia Commons

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *